×

COMO ENTRAR EM CONTATO

1(61) 4062-1400 (24H) ou e-mail.
2 Especifique seus objetivos.
3 Inicie IMEDIATAMENTE.

Todos os tratamentos possuem Garantia e Acompanhamento Vitalícios.

HORÁRIOS

Tratamento: ter-qui 9:30 - 18:30
Contato: 24H, 7 dias por semana

Agende seus horários.

O que não é hipnose?

Descobrindo o que não é hipnose torna-se mais fácil saber o que ela realmente é. Reconhecer corretamente seu papel e  distingui-la das demais associações erroneamente preconizadas pelo meio convencional é básico e essencial para usufruir integralmente do fenômeno hipnótico.

Você será capaz de observar aqui, que a hipnose é um sistema individual que se apropria de outros, e que os define e limita, por libertá-los ao conceder o uso da vontade individual. Porém, não limitando-se as barreiras impostas por cada uma de suas utilizações. Sendo todas as formas descritas aqui hipnose ou seu possível uso, mas a hipnose, por si só, sendo apenas ela mesma.

Hipnose não é meditação

Meditação é o uso neutro da atenção. Meditação é a atuação passiva e não manipuladora do emocional. Meditação é o libertar do não-consciente sem lhe dar direção específica. A hipnose é o manipular do não-consciente para lhe dar direção específica, para que este lhe sirva, para que este possa nutrir seus desejos internos.

Hipnose não é regressão de idade

Regressão de idade, também conhecida como hipnoanálise, é a volta ao passado, revivendo-o intensa e participativamente ou lembrando-o dissociativamente para colher o benefício e possível progresso do reconhecimento ou da anulação da relevância de decisões correlacionadas a um quadro sintomatológico presente. Hipnose é o uso do presente da forma que melhor convir ao quadro clínico apresentado para oferecer os benefícios associados. A regressão pode estar inclusa no uso da hipnose ou não. Regressão é hipnose. Contudo, hipnose não é regressão. Sendo a última apenas uma técnica hipnótica, não obrigatória na psicoterapia.

Hipnose não é regressão de vidas passadas (RVP)

Regressão de vidas passadas (RVP) é um fenômeno espiritualista, não necessário a existência do transe hipnótico e também opcional em seu uso, como a regressão de idade, aqui previamente descrita. A hipnose pode se utilizar da regressão de vidas passadas como técnica, especialmente quando conveniente ao hipnotizado, contudo, regressão de vidas passadas é hipnose e não ocorre sem a mesma. Embora a hipnose não seja regressão de vidas passadas. Seja espontâneo e naturalista ou provocado e mecanicista, a RVP é hipnose. Mas a hipnose não é RVP.

Hipnose não é relaxamento

Semelhante a meditação, o relaxamento provocado por outras técnicas, influências ou modalidades terapêuticas de melhoria e bem-estar, como massagem, yoga, etc., possui como objetivo apenas o uso neutro do não-consciente e como intenção primária o relaxamento ou sedação momentânea. A hipnose faz uso do relaxamento somente como meio para obter progressos em seu estado instantâneo no desenvolvimento do intelecto e para ser capaz de reproduzir mudanças constantes.

Hipnose não é magia

Magia é o modelo de utilização de elementos físicos, ervas, símbolos e outros adereços como formas de manipular resultados externos sem garantias, sem especificidade ou rigor do uso do sistema interno humano. A hipnose se faz inteiramente pelo uso do sistema interno humano, da não-consciência, da manipulação da própria vontade para obter resultados. Magia é hipnose quando devidamente utilizada pelo sistema interno humano, mas hipnose não é magia.

Hipnose não é mágica

Mágica é o uso da ilusão perceptiva para obter fascínio de seus observadores. Hipnose é o uso efetivo da habilidade humana de mudança da percepção e das qualidades internas para benefícios próprios.

Hipnose não é perda de consciência

Muitas vezes ela é confundida como instrumento que leva a perda da consciência ou algo maligno, o que não procede. O transe hipnótico é um estado de super-consciência. Através da manipulação do não-consciente, o consciente se abre e se expande, facilitando mudanças em benefício daquele que a utiliza.

Hipnose não é coisa de outro mundo

O transe hipnótico é inerente ao ser humano. Hipnose é o estado mestre de aprendizado. Este estado mestre é apenas a intensificação do estado de aprendizado, no qual o ser humano é capaz de absorver com maior facilidade o que lhe é transmitido verbal, não verbalmente ou simbolicamente. Através da hipnose muda-se sem fazer esforço consciente, criando novos espaços de aprendizado ou reeducando espaços previamente ocupados por outros assuntos.

Hipnose não é perda de controle

A hipnose é ganhar o controle do não-consciente. O não-consciente que por sua vez, representa qualquer perda de controle ou ausência do mesmo, é então a antítese do estado hipnótico. O transe hipnótico usa a sugestibilidade já existente para que instruções passadas, possam ser interpretadas, digeridas e transformadas em instruções não-conscientes autônomas, também conhecidas como autoconscientes. A hipnose é o maior nível de controle que o ser humano pode alcançar. Já a perda de controle é a maior inimiga da hipnose.

Descubra também o que é hipnose.

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (Nenhuma avaliação ainda)

Loading...

SUBIR

Pin It on Pinterest

Share This