×

COMO ENTRAR EM CONTATO

1(61) 4062-1400 (24H) ou e-mail.
2 Especifique seus objetivos.
3 Inicie IMEDIATAMENTE.

Todos os tratamentos possuem Garantia e Acompanhamento Vitalícios.

HORÁRIOS

Tratamento: ter-qui 9:30 - 18:30
Contato: 24H, 7 dias por semana

Agende seus horários.

Glossário Hipnótico

Reação de alta intensidade emocional ocasionada pelo uso terapêutico da hipnose; quando não, é ocasionada por estados profundos pós-sonambúlicos.

Agente responsável pelo despertar ou finalização do estado (transe) hipnótico.

Agente que gerencia o estado (transe) hipnótico.

Agente que induz o estado (transe) hipnótico.

Ler objeto.

Anulação da experiência sensorial perceptiva de um objeto existente.

Experiência sensorial perceptiva de um objeto inexistente.

Estado de esquecimento ocorrido durante o estado (transe) hipnótico. Pode ser provocado (estados sonambúlicos ou pós-sonambúlicos) ou espontâneo. Possui uso terapêutico.

Estado de esquecimento ocorrido após o estado (transe) hipnótico. Pode ser provocado (estados sonambúlicos ou pós-sonambúlicos) ou espontâneo. Possui uso terapêutico.

Estado de esquecimento ocorrido corriqueiramente. Pode ser provocado ou não.

Conjunto de procedimentos que define a estrutura de uma experiência hipnótica. Composto respectivamente por 1. Indução, 2. Aprofundamento, 3. Dinâmica Hipnótica (ou de transe) e 4. Despertar.

Procedimento responsável pelo aprofundamento do estado (transe) hipnótico.

Procedimento autônomo autoinduzido responsável pela criação, manutenção e gerenciamento do estado (transe) hipnótico.

Uso individual autônomo de frases e afirmações para alteração da realidade sensorial e extra-sensorial perceptiva e não perceptiva, com ou sem o uso do estado (transe) hipnótico.

Estado de interrupção total ou parcial do movimento dos membros através do enrijecimento da musculatura corporal. Possui uso terapêutico.

Mente a qual possuímos acesso total e constante. Possui papel crítico e observacional.

Procedimento de retirada ou saída do estado (transe) hipnótico.

Fenômenos melhor, ou unicamente, apresentados e reproduzidos durante o estado (transe) hipnótico e pelo uso do mesmo.

Estímulo sensorial constante focado em um único objeto responsável pela criação, manutenção e gerenciamento do estado (transe) hipnótico.

Método de aprofundamento ou indução hipnótica onde o despertar, indução e aprofundamento são continuamente repetidos com o objetivo progressivo do aprofundamento do transe.

Procedimento induzido por um agente externo responsável pela criação, manutenção e gerenciamento do estado (transe) hipnótico.

Estado de alta aceitação de sugestões. Pode ocorrer durante o estado (transe) hipnótico ou fora dele (no estado de vigília ou no sono comum).

Regressão, revivificação, lembrança ou uso da memória para intervenções terapêuticas através da hipnose.

Estado, processo, efeito, estado mental (transe), estado situacional repetitivo ou rotineiro que caracteriza alta influência, absorção de informações, aprendizado e fascínio.

Terapia feita através do estado hipnótico ou suas variações técnicas.

Mente a qual não possuímos acesso no estado normal e acesso parcial no estado (transe) hipnótico leve e moderado e, acesso total no estado (transe) hipnótico profundo, sonambúlico e pós-sonambúlico.

Procedimento responsável pela criação do estado (transe) hipnótico.

Estado físico de extrema flacidez e relaxamento motor e muscular.

Estimulo nervoso causado através da hipnose por meio de sugestão (verbal ou não-verbal) que provoca o levantamento espontâneo deliberado sob comando do agente hipnotizador.

Fenômeno que ocorre num estado de transe profundo pós sonambulico.

Ler mesmerismo.

Prática da hipnose como estado e efeito para cura utilizado pelo Dr. Franz Mesmer.

Psicoterapeuta responsável pelo uso, documentação e criação de técnicas hipnóticas e de influência subconsciente, não-consciente e inconsciente. Conhecido pela criação e enaltecimento de técnicas indiretas, por ser especialista em procedimentos verbais, não-verbais e espontâneos de indução, manutenção e gerenciamento do estado(transe) hipnótico.

Pessoa; estímulo sensorial: som (música), cheiro, odor, imagem (imaginada ou percebida interna ou externamente); acontecimento, fato, evento, texto, áudio e qualquer outro item.

Parto analgésico ou anestésico através da hipnose com eliminação total ou parcial da dor.

Psicoterapia e base de toda psicologia moderna e acadêmica. Produto dos estudos hipnóticos de Sigmund Freud e suas observações sobre o inconsciente.

Reação motora exibida durante o estado (transe) hipnótico. Pode ser provocada, voluntária e involuntária. Meio de interação entre o hipnotizador (agente) e hipnotizado. Possui uso terapêutico.

Reação sensorial exibida durante o estado (transe hipnótico). Pode ser provocada, voluntária e involuntária. Possui uso terapêutico.

Hipermnésia. Fenômeno proporcionado pelo estado (transe) hipnótico. Facilita e atribui clareza, vividez ou intensidade de memórias associadas a idades passadas. Uso comumente terapêutico.

Hipermnésia. Fenômeno proporcionado pelo estado (transe) hipnótico. Facilita e atribui clareza, vividez ou intensidade de memórias associadas a vidas anteriores a atual. Uso comumente terapêutico.

Reação hipnótica produzida após saída do transe. É solucionada através da enfatização do despertar do estado (transe) hipnótico. É evitado com o uso apropriado da anatomia hipnótica. Possui uso terapêutico.

Ler fenomenologia hipnótica.

Estado de transe profundo caracterizado por alta absorção sugestionativa e pelo alto índice de sucesso remetido a hipnoanálise.

Mente a qual possuímos acesso parcial no estado normal e acesso total no estado (transe) hipnótico. Ponte entre as mentes consciente e inconsciente. Responsável pela execução de hábitos, pensamentos e comportamentos.

Procedimento usado durante o estado (transe) hipnótico responsável pela criação de uma realidade sensorial ou extra-sensorial após a saída do transe hipnótico.

Agente influenciador do hipnotizado no tipo de afirmação ou frase. Utilizada previamente a indução do estado (transe) hipnótico. Ler também Semeamento de Erickson.

Objeto de criação da realidade sensorial e extra-sensorial perceptiva e não-perceptiva; hipnótica ou não. Fenômeno verbal e não-verbal.

Também conhecido como transe hipnoidal. Caracterizado por ondas alfa.

Estado de intensa atividade mental dominantemente caracterizado por ondas delta e gamma, mas também composto por ondas alfa e theta.

 

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votos, média: 5,00 de 5)

Loading...

SUBIR

Pin It on Pinterest

Share This